Rentabilidades de Março

Nota: As rentabilidades mencionadas são líquidas de comissões administrativas, de gestão e de depósito, calculadas com base no valor da UP. Rentabilidades passadas não são garantia de rentabilidades futuras.




Após dois meses consecutivos (janeiro e fevereiro) em que os mercados acionistas registaram avanços importantes ao longo do mês, só para verem grande parte desses ganhos desvanecer-se nas últimas sessões de negociação, março conseguiu quebrar este “enguiço” fechando com as bolsas em alta! Os principais mercados fecharam assim o mês, próximo de máximos absolutos ou relativos, liderados pelas empresas de setores mais cíclicos o que catapultou vários índices europeus para o topo da lista das melhores performances de 2021.

Estes resultados parecem confirmar a mudança de paradigma no qual o rally dos mercados acionistas, que até novembro foi liderado pelas empresas tecnológicas, mais conectadas com o estilo “growth”, passou agora a focar-se em empresas / setores mais tradicionais e expostos ao ciclo económico, que foram muito penalizados no período mais crítico da pandemia.