Rentabilidades de Agosto

Nota: As rentabilidades mencionadas são líquidas de comissões administrativas, de gestão e de depósito, calculadas com base no valor da UP. Rentabilidades passadas não são garantia de rentabilidades futuras.


Verão a registar boas temperaturas. Mas será sol de pouca dura?

Apesar de se terem registado alguns momentos de volatilidade, agosto foi mais um mês positivo para os investidores, sobretudo devido à evolução dos mercados acionistas. Os principais índices bolsistas voltaram a atingir novos máximos históricos, quer nos EUA quer na Europa.

Os dados económicos têm saído bastante positivos na Europa, mas há alguns sinais de desaceleração nos EUA e na China devido à proliferação da variante “Delta” e à persistência de dificuldades logísticas de vária ordem, com destaque para o transporte naval.

O mercado continua muito atento a sinais relativamente à política monetária futura. Os Bancos Centrais da Coreia do Sul e do Chile juntaram-se aos que já tinham subido taxas de juro este ano. Em contraste, no simpósio de Jackson Hole, o presidente da FED foi cauteloso e não sinalizou alterações de política para o imediato, o que deu bastante conforto aos mercados acionistas e prejudicou o dólar.

A transição de poder no Afeganistão teve grande impacto mediático e político, enfraquecendo Joe Biden interna e externamente, mas não teve reflexos nos mercados financeiros.

Continuamos confiantes com o posicionamento atual das carteiras e atentos às oportunidades de investimento que possam surgir, que nós na Golden seguramente iremos aproveitar!